Araucária, 25 de dezembro de 2011

NOTÍCIAS

Conselheiros do FPMA obtêm compromisso da Prefeitura de rever projetos de lei

A maioria dos conselheiros eleitos pelos servidores mantiveram a reunião dos conselhos do FPMA. Fizeram o debate e levaram à Prefeitura o pedido de retirar os projetos de lei 2063 e 2071. O governo se comprometeu em rever sua posição

NOTA OFICIAL SISMMAR E SIFAR ‼

O FPMA É NOSSO!

Conforme divulgado pelos sindicatos SISMMAR e SIFAR, aconteceu a reunião conjunta agendada para esta quarta-feira, 8 de novembro, entre os Conselheiros Administrativo e Fiscal do FPMA para encaminhar ações a respeito do PL 2063/2017 e do PL 2071/2017. Os projetos fragilizam a autonomia e independência do fundo.

A reunião ocorreu, mesmo sem a presença dos conselheiros indicados pelo executivo e da presidente Inês Cantador, que, numa tentativa de esvaziamento, buscou cancelá-la às pressas.

Reunidos, representando o FPMA, estavam os Conselheiros Administrativos Hector Paulo Burnagui, Jair Antônio Zanin, Júlio Ishikawa e Elecy Luvison e, pelo Conselho Fiscal, Giovana Piletti, Márcia Resner, Marcos Tuleski e Valter Halat.

Após debate, os conselheiros presentes decidiram se dirigir à Prefeitura para solicitar a imediata retirada do projeto que permite que cargo comissionado ocupe a função de gestor de investimentos.

Os conselheiros alertaram sobre os impactos das medidas ao prefeito e aos secretários presentes. Também manifestaram a posição de que os servidores não aceitarão tal medida.

A administração se comprometeu em retirar de votação o projeto, ainda nesta semana. E deve enviar a proposta apresentada no Congresso do FPMA, que estabelece a função de Gestor de Investimentos a servidor de carreira do FPMA, vinculado aos conselhos.

Durante a reunião, ainda foi reafirmado o compromisso do aumento da alíquota patronal de 12,6% para 17% gradativamente nos próximos anos, que será debatido na próxima reunião do Conselho Administrativo do FPMA.

A retirada do projeto demonstra a força e responsabilidade dos servidores com o FPMA e da importância de termos conselheiros comprometidos com a defesa da nossa previdência!

Mas é preciso manter-se em alerta, até a aprovação do projeto de lei que, de fato, represente os interesses defendidos pelos servidores.

VAMOS NOS MANTER VIGILANTES E DE OLHO!