Araucária, 25 de dezembro de 2011

NOTÍCIAS

Professores solidários com a luta contra a Reforma da Previdência

O Sismmar foi levar o apoio do magistério à mobilização que os trabalhadores petroleiros, petroquímicos e terceirizados realizaram contra a Reforma da Previdência. Eles pararam as atividades da Repar por uma hora e meia

Cerca de 2 mil trabalhadores da Refinaria Getúlio Vargas (Repar) participaram da mobilização contra a Reforma da Previdência na manhã desta segunda-feira, 19.

Desde as seis horas, petroleiros, petroquímicos e terceirizados paralisaram atividades por uma hora e meia contra a Proposta de Emenda Complementar (PEC) 287.

O Magistério municipal levou sua solidariedade aos manifestantes. A professora Verieli Della Justina falou sobre a luta que a categoria desenvolve há mais de um ano, com várias mobilizações contra a Reforma da Previdência e em defesa do FPMA.

Esta contrarreforma, como ela a classificou, desmonta direitos consagrados para impedir as pessoas de se aposentarem, ou, permitindo a aposentadoria pelo menor valor possível.

Com informações da Rdação e Brasil de Fato