Araucária, 25 de dezembro de 2011

NOTÍCIAS

Servidores rejeitam reajuste zero e decidem pelo indicativo de greve

Os trabalhadores do serviço municipal definiram atividades de luta até o dia 13, quando ocorre a próxima reunião de negociação e farão assembleia no dia 14 para decidir sobre a greve, se as negociações não evoluírem

Mostrando que não estão dispostos a arcar com mais perdas em seus vencimentos, os servidores municipais de Araucária decidiram pelo indicativo de greve.

A deliberação ocorreu após debates na assembleia conjunta promovida pelos sindicatos Sismmar e Sifar, no início da noite desta terça-feira, 5 de junho, na sede do Sismmar.

O indicativo de greve é um aviso ao governo municipal de que a categoria não aceitará o congelamento dos salários e perda de direitos.

Para avançar na pauta conjunta de reivindicações, os servidores vão à rua, com mobilizações regionais até o dia da próxima reunião de negociação, marcada para 13 de junho.

No dia 13, será atrasada a entrada no trabalho por uma hora, para fazer panfletagem e conversar com a população trabalhadora que utiliza os serviços públicos de Araucária.

A partir das 15 horas desse mesmo dia, o funcionalismo municipal se concentrará na Prefeitura, num grande ato contra o reajuste zero.

No dia 14, às 17 horas, os servidores do magistério e do quadro geral vão se reunir em assembleia conjunta para avaliar as negociações. Se não houver proposta que satisfaça, os trabalhadores podem deliberar pela greve.