Araucária, 25 de dezembro de 2011

OPNIÃO

II Conferência Nacional de Educação

 A II Conferência Nacional de Educação (Conae/2014) será realizada entre 17 e 21 de fevereiro de 2014. O Lançamento do evento ocorreu em Brasília no dia 3 de dezembro pelo ministro da Educação Aloizio Mercadante. Araucária esteve representada na I Conae em 2010, através da participação da representante do Sismmar, Gilziane Queluz, que foi eleita delegada nas Conferências Municipal e Estadual, pelo segmento dos Trabalhadores em Educação.

Durante todo este ano de 2013, serão realizadas as etapas preparatórias para construção da Conae/2014, com conferências livres, municipais, intermunicipais e estaduais. Segundo o regimento interno, a Conae tem como objetivo propor uma política nacional de educação que identifique as responsabilidades de cada sistema de ensino. O tema dessa II Conferência será o Plano Nacional de Educação (PNE) na Articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração.

O Sismmar sempre pautou a necessidade de nos articularmos com a educação em âmbito nacional. Buscando interferir e encaminhar as discussões locais em diferentes espaços. A filiação do Sismmar à CNTE - Confederação Nacional de Trabalhadores em Educação, em 2010, demonstra um esforço nessa direção.

Em 2009, o Sismmar em conjunto com a Smed (Secretaria Municipal de Educação), CME (Conselho Municipal de Educação), Câmara de Vereadores realizou a Conferência Municipal de Educação com a presença de 500 delegados eleitos por diferentes segmentos da sociedade civil e gestores municipais. Neste ano, realizaremos a etapa municipal e pretendemos contar com o apoio das entidades que, segundo o regulamento, deverão ser indicadas para compor a comissão organizadora: gestores da educação (Smed e CME), trabalhadores em educação (Sismmar), estudantes e pais e mães.

A Conae é um momento fértil para a ampliação dos debates educacionais e para a consolidação da proposta de Plano Nacional de Educação que deverá ser sancionada pela presidente Dilma neste ano. Assim, poderemos afirmar a defesa intransigente da aplicação de 10% do PIB para a educação pública e o compromisso irrestrito com a educação pública de qualidade, com a formação e remuneração digna dos profissionais da educação.

 Sismmar - Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Araucária