Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Araucária.

Search
Close this search box.

Amanhã, 4 de junho, haverá reunião de negociação entre o Sismmar e a Prefeitura de Araucária.

É a oportunidade que a administração municipal tem de evitar a paralisação do dia 11 de junho.

Basta o prefeito dar resposta às questões urgentes da categoria:

O Sismmar também quer estabelecer um processo de negociação da pauta de reivindicações. Há muitas propostas para melhorar as condições de trabalho, como a redução do número de alunos por sala, que precisam ser encaminhadas.

A Prefeitura vem falando da crise da arrecadação, da Lei de Responsabilidade Fiscal que agora teria ultrapassado 52% e vai piorar. Vem contando que começou a adotar medidas, com o corte de horas-extras e de funções gratificadas e quer fazer economia de R$ 400 mil ao mês.

Conseguiria economizar R$ 950 mil se reduzisse à metade o custo com cargos comissionados. Em abril, os 327 CCs custaram aos cofres públicos R$ 1,9 milhão.

Daria para pagar tudo o que a lei lhe obriga e não está sendo respeitado.

O prefeito vai ter que escolher. Ou ele se põe ao lado dos servidores, pela melhoria dos serviços públicos, ou se põe ao lado dos interesses políticos que ele que se apoiam nesses cargos.

what you need to know

in your inbox every morning