Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Araucária.

Search
Close this search box.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) realizará no dia 05 de setembro a 6ª Marcha Nacional “Piso, Carreira, Jornada e PNE” – Independência é Educação de Qualidade. O objetivo da paralisação nacional de 24 horas – que vai acontecer em Brasília – é aumentar os recursos para o financiamento do ensino no Brasil de forma a proporcionar à sociedade brasileira o direito a uma educação pública de qualidade e a efetiva valorização do (as) educadores(as).

Segundo a CNTE, aproximadamente cinco mil trabalhadores de vários lugares do país vão marchar em Brasília com o objetivo de reforçar a luta pela implementação completa da Lei do Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN). Além disso, os trabalhadores vão destacar a importância de se investir 10% do Produto Interno Bruto (PIB) na Educação e declarar a desaprovação em relação ao PL 3.776/2008, que altera o art. 5º da lei 11.738/2008, o qual trata da atualização do valor do Piso do Magistério/PSPN.

Este projeto prevê a modificação da forma de reajuste do Piso Salarial Nacional Profissional, passando a ser considerada a variação do INPC ao invés do índice de reajuste do Custo Aluno do FUNDEB. Esta alteração diminui consideravelmente o percentual de reajuste, significando um grande retrocesso na política de valorização dos profissionais da Educação.

A realização da VI Marcha Nacional da Educação, que contará ainda com vigília à noite na Praça dos Três Poderes, foi deliberada na reunião do Conselho Nacional de Entidades, realizada no último dia 25 de maio.

what you need to know

in your inbox every morning