Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Araucária.

Search
Close this search box.

Nesta quarta-feira (12), acontece mais uma reunião do Conselho de Representantes do Sismmar. A atividade – realizada nos períodos da manha e tarde na a sede do Sismmar – objetiva debater com a base os próximos passos da luta sindical.  O encontro deste mês vai debater a mobilização do próximo dia 18 de setembro, que visa pressionar o Executivo a aplicar o direito à ampliação da hora-atividade, que está na Lei 11.738, mas a prefeitura não a cumpre na íntegra.

Como foi definido na assembleia realizada no dia 30 de agosto, os professores da rede municipal farão mobilização em defesa do direito à hora-atividade. No dia 18 de setembro, durante todo o dia, os professores debaterão a hora-atividade com seus alunos. Estes serão dispensados na hora do recreio para proporcionar a hora-atividade coletiva dos profissionais.

Na ocasião, serão distribuídos panfletos para esclarecer os pais e a população, o motivo da paralisação das aulas por aproximadamente duas horas, tanto no período da manhã como da tarde. A aula cidadã seguida de hora-atividade coletiva nas unidades educacionais visa pressionar o Executivo a fazer valer o direito do professor à jornada de 33%%. O tempo das duas últimas aulas equivale ao percentual  que deve ser destinado à hora-atividade estabelecida pela Lei 11.738 ( Lei Nacional  do Piso do Magistério), mas que não está sendo cumprida pela Administração. 

De acordo com a Lei 11.738/08, no mínimo 1/3 da jornada definida nos planos de carreira ou estatutos do magistério deve ser destinada às atividades pedagógicas para além da regência de classe. E sua regulamentação (forma de cumprimento) precisa constar na legislação local.

A direção sindical convoca os trabalhadores da rede municipal para organizarem a luta em seus locais de trabalho.

what you need to know

in your inbox every morning