Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Araucária.

Search
Close this search box.
No dia 16 de outubro, na sede Estadual do APP- Sindicato, em Curitiba, e nos dias 17 e 18 de outubro de 2012, na Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), no campus Irati-PR, acontecerá o II Seminário Paranaense sobre Medicalização da Educação e da Sociedade – Das diferenças à inclusão pela educação e saúde.

A promoção é da Unicentro (Departamento de Psicologia e grupos de pesquisa Processo de Subjetivação e Estudos Culturais e Psicologia da Saúde), do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade, Núcleo de Irati e da Fundação Araucária. A APP-Sindicato é uma das entidades apoiadoras.

Veja a apresentação do evento, segundo os organizadores:

Ao construirmos o II Seminário Paranaense sobre Medicalização da Educação e da Sociedade, elegemos a temática “das diferenças à inclusão pela educação e saúde” como motivo norteador dos trabalhos. Esta escolha deveu-se à contínua atualização do debate inclusão-exclusão em nossa sociedade de orientação liberal e calcada nos princípios capitalistas. Pensar este processo nos aproxima da tensão existente na construção de verdades que orientam os saberes científicos atuais e, como estas verdades se replicam nos campos da Educação e da Saúde como áreas que podem realizar o acolhimento das diferenças ou a reafirmação de processos historicamente excludentes a partir de marcas definidoras de lugares no mundo, como no processo de medicalização. Vale lembrar que o conceito de Medicalização está relacionado ao processo em que as questões da vida social, sempre complexas, multifatoriais e marcadas pela cultura e pelo tempo histórico, são reduzidas à lógica médica, vinculando aquilo que não está adequado às normas sociais a uma suposta causalidade orgânica, expressa no adoecimento do indivíduo.

Além disso, este momento marca o crescimento das ações do Fórum Sobre Medicalização da Educação e da Sociedade no Estado do Paraná, uma vez que o evento também contemplará ações na cidade de Curitiba, como prenuncio da criação de um Núcleo do Fórum na capital paranaense.

Desejamos que este evento possa ampliar o debate e, por consequência, auxiliar na construção de novas referências e formas de respeitar e valorizar o viver humano numa sociedade excludente.

Mais informações e inscrições no site: http://eventos.unicentro.br/sempar2012/

Fonte: APP-Sindicato

what you need to know

in your inbox every morning