Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Araucária.

Search
Close this search box.

assembleia pacotaço

As professoras e os professores lotaram a Assembleia Conjunta, realizada ontem (05) em frente à Secretaria Municipal de Educação (SMED), para protestar contra a falta e o desconto da greve, contra a prorrogação do calendário escolar e demonstrar sua insatisfação com a Secretária de Educação Adriana Chaves Palmieri, que não tem se colocado ao lado dos profissionais diante da intransigência da Prefeitura.

O conjunto dos servidores deliberou por lutar contra o Pacotaço até o fim e, por isso, segue em Assembleia Permanente e Estado de Greve. Inclusive, já foi marcada uma nova assembleia da Educação para a próxima quarta-feira, dia 13 de dezembro, em local e horário a serem definidos nos próximos dias. Também haverá a Assembleia de Prestação de Contas e Orçamento 2024 e um Conselho de Representantes Extraordinário na mesma data.

Caso os Projetos de Lei (PLs) do Pacotaço sejam enviados para a Câmara de Vereadores ainda neste ano, já que restam ao menos mais duas sessões do legislativo antes de entrar em recesso, os servidores do quadro próprio do magistério e também do quadro geral já aprovaram um indicativo de GREVE, que pode parar os serviços públicos de Araucária novamente.

Mesmo com o cansaço do fim de um ano que foi marcado por greve, paralisação e diversos atos, os profissionais de Educação seguem atentos, fortes, mobilizados e aprovaram uma intensificação ainda maior da luta, com ações de panfletagem junto à comunidade, caminhão de som rodando pela cidade para denunciar a perseguição do prefeito Hissam aos servidores públicos e indicativo de paralisação no dia 20 de dezembro.

Indicação de conselheiros(as) para o CME

Durante a Assembleia, o magistério indicou 09 nomes para a composição do Conselho Municipal de Educação (CME) no próximo ano, sendo 03 titulares e 06 suplentes.

Informe jurídico

Ainda durante a Assembleia Conjunta, o Assessor Jurídico do SISMMAR Ludimar Rafanhim informou que o sindicato já está judicializando a questão da falta anotada na ficha funcional e os descontos salariais na mesma ação que corria durante a tentativa de mediação da greve convocada pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR).

O sindicato segue na luta contra a penalização absurda dos grevistas por parte do prefeito Hissam e pelo direito à reposição!

PELA CARREIRA E PREVIDÊNCIA, SOMOS RESISTÊNCIA!

Siga as redes sociais oficiais do SISMMAR para ficar por dentro das notícias do magistério.

Site: www.sismmar.com.br

Facebook: www.facebook.com/sismmar.magisterio

Instagram: @sismmar.araucaria

Filie-se: https://sismmar.com.br/site/filie-se/

what you need to know

in your inbox every morning