Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Araucária.

Search
Close this search box.

15 de outubro deveria ser um dia de celebração para os professores, mas na rede municipal de ensino de Araucária não há motivos para comemorações.

Por este motivo, o magistério fará manifestações na quinta-feira, Dia do/a Professor/a. A categoria via se concentrar às 10 horas da manhã, na frente da Secretaria da Educação. Dali, parte em caminhada até o Paço Municipal.

Pais, mães e todos que defendem a educação pública de qualidade estão convidados a participar da Caminhada pela Educação.

À tarde, a partir das 15 horas, os professores farão manifestações e panfletagens junto aos terminais de ônibus no Centro e na Vila Angélica, para denunciar a situação da educação pública em Araucária.

O prefeito vem atacando os direitos dos professores e dos demais servidores: atrasou a correção dos salários, congelou a carreira, não paga benefícios previstos em lei; e não cumpre a lei federal que prevê um terço da jornada para hora-atividade.

As escolas estão abandonadas. Não têm dinheiro para a manutenção básica. As condições de trabalho são péssimas. Não há materiais para o bom trabalho com os alunos. Até a merenda escolar estão racionando. Há televisões novas em terminais para o prefeito fazer sua campanha, mas não tem dinheiro na escola.

Apenas três Cmeis têm condições de atender. Os demais trinta Cmeis só não estão fechados porque o Ministério Público não quis prejudicar as crianças. Desde 2009 está previsto que a partir de 2016 o Município deve oferecer vagas na pré-escola a todas as crianças de 4 e 5 anos.

Nenhum planejamento foi feito e agora o prefeito corre contra o tempo: junta turmas, superlotando salas, pra tentar criar mais vagas. Está jogando para a rede estadual escolas e estudantes a partir do 6º ano.

Mas o Estado não está em condições de oferecer ensino de qualidade. As escolas estadualizadas estão em situação pior. E lá os professores também sofrem ataques abertos do governador Beto Richa.

Por todos estes motivos, neste 15 de outubro os professores de Araucária levam à população o seu protesto contra o descaso como é tratada a educação pública. 

what you need to know

in your inbox every morning