Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Araucária.

Search
Close this search box.

hora-atividade

Nesta terça-feira (27), foi realizado o Conselho de Representantes (CR) no SISMMAR e um dos principais assuntos foi o descumprimento da lei dos 33,33% de hora-atividade, que vem causando uma grande insatisfação para os professores da rede.

O SISMMAR informou que pretende denunciar a situação ao Conselho Municipal de Educação (CME) e ao Ministério Público do Trabalho (MPT). Além disso, entregou cartazes para que as unidades educacionais façam a campanha pelo respeito à hora-atividade.

Caso o problema não seja resolvido com urgência pela Prefeitura, a Assessoria Jurídica do sindicato também já estuda entrar com uma ação judicial exigindo que a lei seja cumprida, pois hora-atividade é direito.

Enquanto isso, a orientação do SISMMAR é para que os profissionais afetados registrem a situação em ata no local de trabalho e as direções enviem um memorando à Secretaria Municipal de Educação (SMED). Os professores também podem fazer a sua denúncia no Canal de Notificações enviando um e-mail para canaldenotificacaosismmar@gmail.com

Outros assuntos debatidos no CR foram a data-base, Pacotaço, Semana Pedagógica, ponto eletrônico, auditoria do jurídico, informes e outros assuntos. Confira abaixo:

Data-base

O economista e supervisor técnico do DIEESE-PR, Sandro Silva, esteve presente no CR para apresentar e explicar os cálculos que vão embasar o índice de reajuste a ser reivindicado pelo magistério em 2024.

Conforme os dados, somente na gestão Hissam (2017 a 2023), os professores da rede municipal já somam uma perda salarial de 7,11%. Já a inflação do último período (12 meses), ficou em 3,21%. Ou seja, para cobrir apenas as perdas, a recomposição salarial teria que ser de, no mínimo, 10,32%.

Os estudos também revelam que enquanto os servidores tiveram perdas salariais, o município registrou um crescimento de receita maior que o dobro da inflação (103%), o que mostra que o serviço público não tem sido a prioridade do prefeito. Segundo o DIEESE, cada professor de Araucária está perdendo quase um salário (95%) por ano.

O SISMMAR está estudando o índice a ser reivindicado (perdas + inflação do último período + ganho real) e levará a proposta para ser debatida com a categoria em Assembleia.

Semana Pedagógica

Foi informado que a SMED está fazendo, até o final deste mês, um levantamento dos profissionais que não conseguiram participar da Semana Pedagógica devido aos erros do sistema da Prefeitura. Após a conclusão desse estudo, a mantenedora irá chamar o sindicato para apresentar uma proposta de reposição da formação.

Ponto eletrônico

Embora a SMED esteja exigindo a utilização do ponto eletrônico, o SISMMAR reforça que a utilização do mesmo não está regulamentada na rede. A orientação, portanto, é para que os professores continuem assinando o livro-ponto e registrem em ata da unidade educacional quaisquer problemas relacionados a isso.

O sindicato também informou que já oficiou o governo mais uma vez sobre esse assunto, mas até o momento não obteve respostas.

Auditoria/jurídico

A direção sindical também informou que está estudando a viabilidade financeira para fazer uma auditoria do jurídico, pois diversos erros estão sendo detectados em processos que ainda correm na Justiça. A proposta será levada para Assembleia posteriormente.

Informes e outros assuntos

Siga as redes sociais oficiais do SISMMAR para ficar por dentro das notícias do magistério.

Site: www.sismmar.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/sismmarmagisterio

Instagram: @sismmar.araucaria

Filie-se: https://sismmar.com.br/site/filie-se/

what you need to know

in your inbox every morning