Informações do jornal O Popular. Foto: João Vitor Antunes

As mudanças no quadro de cargos em comissão da Câmara de Vereadores e da Prefeitura têm sido intensas nas últimas semanas. O Diário Oficial do Município trouxe na semana passada nada mais nada menos do que quarenta atos de exoneração e nomeação.

Só na Prefeitura foram quatorze os que ganharam cargos e oito os que perderam. Por sua vez, na Câmara, o troca-troca atingiu nove nomeados e o mesmo número de exonerados, sendo que, só pra variar, muitos do que foram demitidos num dia apareceram recontratados no dia seguinte. A prática, como se sabe, é comum no Poder Legislativo local e seria uma forma de os cofres públicos indenizarem os comissionados, principalmente com o pagamento das férias não gozadas.

Executivo

Entre as mudanças na Prefeitura, destaque para os decretos de nomeação de Loester Vargas, irmão do deputado federal André Vargas. Ele voltou a ocupar o posto de diretor técnico da Cohab-Araucária. Pelo trabalho, receberá o soldo de secretário: R$ 12.679,50. A leva de decretos também trouxe o que alçou Eugênio Oddpis Junior ao posto de secretário da recém-criada pasta de Comunicação Social. Merece menção ainda a nomeação do líder comunitário e diretor teatral Jester Furtado para ocupar a função de diretor da Casa da Cultura.

Gabinetes

Na Câmara, o troca-troca atingiu cinco gabinetes e mais a Presidência da Casa. Os vereadores Alexandre Gotfrid (PT), Esmael Padilha (PSL), Josué Kersten (PT), Paulo Horácio (SDD) e Wilson Roberto David Mota (PROS) trocaram seus cargos de confiança.