A informação obtida foi de que os Conselhos Fiscal e Administrativo do FPMA se reuniram nesta segunda-feira, 3 de setembro, a fim de tratar do assunto e deliberar a respeito. A resposta inicial da gestão é de que a informação não procede.

Sabemos que, apesar das negativas do gestor com relação a alterações e intervenções no Fundo, é importante nos mantermos atentos. Afinal, com essa gestão aprendemos que onde há fumaça pode haver fogo.

Outro ponto que nos chama a atenção é a proximidade do processo eleitoral do fundo. Ou seja: não é à toa que informações como essas surgem. O contrato de empresas privadas e o desmantelamento do fundo, infelizmente, não são pontos novos, mas ameaças que pairam sobre nós há tempos.

Os conselheiros terão reunião junto ao prefeito na próxima quinta-feira, 6, para resgatar a história e a importância do Fundo de Previdência e esclarecer oficialmente junto ao governo a veracidade dos supostos boatos e suas intenções.

O Sismmar e o Sifar estão acompanhando esse processo atentamente.

Não deixaremos que mexam no nosso fundo!