coluna SISMMAR

coluna SISMMARQuando nada mais parece surpreender no que se refere ao comportamento do presidente da república, Bolsonaro choca o Brasil e o mundo com suas ações diante do Covid-19, doença causada pelo coronavírus. É inaceitável e criminoso que um chefe de nação tome as atitudes que o presidente do Brasil tomou e está tomando diante de situação tão grave.

Boa parte do alto escalão de Bolsonaro foi infectada pelo novo coronavírus. O presidente esteve com suspeita de ter sido infectado, passou por exames, e testou negativo. No entanto, a recomendação era para que ele fizesse a quarentena, assim como todos os que estão no chamado grupo de risco (idosos, lactantes, gestantes, pessoas com doenças respiratórias e cardiovasculares).

Bolsonaro não apenas não cumpriu a quarentena, como convocou atos em todo o país no último domingo (15), apertou a mão de eleitores e ainda tirou fotos com os celulares das pessoas que estavam presentes. Com isso, o presidente não apenas feriu os protocolos da Organização Mundial de Saúde (OMS) como também se portou de forma completamente irresponsável e preocupante.

Como se não bastasse, na contramão de todos os países que compõem a América Latina, o Brasil é o único país que ainda não fechou suas fronteiras e não toma medidas de contenção e prevenção nos aeroportos. A todo momento, chegam pessoas de outros países no Brasil, e essas pessoas não são questionadas se estão com suspeita de coronavírus ou recebem recomendações oficiais de como não proliferar a doença.

Para piorar, o presidente continua afirmando que a mídia está promovendo “histeria” através de notícias sobre o novo coronavírus e chegou a afirmar que fará uma festa de aniversário, enquanto as recomendações são para evitar aglomerações. Além disso, desmoralizou seu Ministério da Saúde, que alerta a população para que fique em casa e tome medidas recomendadas pela OMS, como lavar as mãos com mais frequência e utilizar álcool em gel.

Assim, Bolsonaro prova mais uma vez que não tem inteligência e nem bom senso para governar um país da importância e do tamanho do Brasil. Países como Itália e China são a prova de como é preciso tratar com extrema seriedade o combate ao coronavírus. Na Itália, mais de 2 mil mortes por Covid-19 já foram registradas, além de o país já não ter mais leitos de UTI suficientes para tratar os infectados.

O que o presidente do Brasil e sua cúpula fazem é disseminar a desinformação e propagar a irresponsabilidade completa. Tínhamos a chance de lidar com o coronavírus de forma a impedir que aconteça aqui o que aconteceu em outros países, mas Bolsonaro se comporta de forma ridícula e, enquanto chefe da nação, contribui para que a pandemia se alastre no país.

Basta de Bolsonaro! Basta de desinformação! A defesa do SUS e da saúde da população brasileira é urgente!