aulas são suspensas

aulas são suspensas

Atualizado em 19/03/2020, às 12h08

A Secretaria de Educação Municipal (SMED), em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), se reuniu no início da tarde de ontem (17) com SISMMAR, SIFAR, diretores de escolas privadas e demais órgãos do município para discutir medidas que têm como objetivo a prevenção e contenção do Covid-19, doença causada pelo coronavírus.

Na segunda-feira (16), os sindicatos já haviam buscado a prefeitura para pedir medidas, como a suspensão das aulas, para impedir a proliferação do vírus no município. Em nota oficial, a SMED, pela manhã, havia adiantado que não iria suspender as aulas em escolas e CMEIs de Araucária. Mas, com os avanços dos casos de Covid-19, a opinião da mantenedora mudou.

Conforme informou a Secretária de Educação, Adriana Chaves Palmieri, as aulas, tanto nas unidades educacionais públicas quanto privadas, estão suspensas a partir da próxima segunda-feira (23) por tempo indeterminado. O Conselho Municipal de Educação (CME), após orientação dos órgãos responsáveis e em conjunto com eles, irá redefinir e reorganizar o calendário escolar. É o CME, em conjunto com as Secretarias, que também analisará a situação dos 200 dias letivos/800 horas.

Nesta semana, de hoje até o dia 20 de março, os alunos terão as faltas abonadas. Ou seja, as famílias que conseguirem se organizar para deixar as crianças em casa já poderão fazer isso a partir desta quarta-feira (18). As orientações da mantenedora e o decreto nº 34.357/20 já foram divulgados através da página oficial da SMED e devem ser enviadas à todas as unidades.

A promotoria do município está estudando formas de garantir a alimentação para os estudantes em situação de vulnerabilidade social. Durante o período de suspensão de aulas, as famílias poderão buscar a alimentação das crianças em local ainda a ser definido, conforme adiantou a Secretária.

Plano de contingência

A Secretaria Municipal de Saúde deve publicar, em breve, um plano de contingência com diversas medidas que devem ser adotadas pela população a fim de enfrentar o coronavírus, o que inclui isolamento e quarentena. As pessoas devem cumprir essas medidas, já que o descumprimento resultará em responsabilização legal, diz a nota da Prefeitura.

Aqueles que apresentarem os sintomas do Covid-19 em Araucária, ou que tenham entrado em contato com pessoas infectadas, devem informar à Saúde do município.

Prevenção e contenção

O momento é grave e pede conscientização da população para que não ocorra no Brasil o que aconteceu em países como Itália e China, entre outros. Portanto, é fundamental que todos se unam no enfrentamento ao coronavírus e sigam o protocolo da Organização Mundial de Saúde (OMS), que recomenda que todos lavem as mãos, utilizem álcool em gel e evitem sair de casa.

Caso tenha sintomas de gripe comum e não apresente febre ou falta de ar, a recomendação é para que a população não busque o Sistema Único de Saúde (SUS) a fim de evitar a superlotação nas unidades de saúde.