O Sindicato do Magistério Municipal de Araucária (SISMMAR), representando legitimamente as professoras e os professores do município, em consonância com os princípios da independência frente aos patrões e aos governos, da solidariedade de classe, e na defesa incondicional da escola pública, vem, por meio desta, manifestar o apoio e a defesa pela instância do Conselho Municipal de Educação (CME).

Entidade filiada e um dos principais organizadores do Fórum em Defesa da Escola Pública, Gratuita, Laica e Universal de Qualidade Social de Araucária, o sindicato visa, por meio dessa carta, fortalecer a verdadeira função do CME: a defesa da escola pública! E isso não pode acontecer sem levar em consideração as condições de nossos estudantes e professores.

Em tempos de repressão e retrocessos, diversos são os ataques à classe trabalhadora. Ataques que, em sua maioria, são direcionados diretamente à emancipação da classe trabalhadora. Sendo assim, a educação é um alvo certeiro de oportunistas e políticos neoliberais, que querem transformar um direito constitucional em mercadoria para garantir lucros à burguesia.

As ameaças são constantes e frequentemente atingem também as instâncias deliberativas de atuação dos trabalhadores da educação. Em Araucária, não é diferente. As tentativas de coação e ameaças antidemocráticas precisam ser denunciadas. A defesa do CME é encampada pelo SISMMAR porque foi nessa instância que se definiu uma série de políticas públicas tão necessárias à uma educação de qualidade social, que também são pautas da luta dos trabalhadores da educação de Araucária.

Não podemos admitir ingerências frente a um Conselho que, historicamente, luta pela educação pública de qualidade em Araucária. Reforçamos a importância da autonomia e do fortalecimento dessa entidade e para isso contamos com a força do magistério municipal de Araucária!