No dia 4 de novembro, sexta-feira, será realizada Audiência Pública sobre Educação Infantil, às 18 horas, no Anfiteatro da Prefeitura.

Um dos temas debatidos será a cessação da oferta em tempo integral para as pré-escolas. A medida atingirá diretamente as famílias que não terão onde deixar seus filhos em meio período.

O Plano Municipal de Educação estabelece metas para a educação municipal e define que a matrícula em tempo integral ou parcial deve ser facultativa à família, devendo o poder público realizar o levantamento da demanda para o ano seguinte.

Sabemos que o Município, por completa incompetência e descaso dos gestores públicos, não tratou a educação com prioridade, e tampouco a educação infantil com a atenção que ela merece.

O resultado de anos de péssima gestão formou uma rede pública de ensino com prédios locados, estruturas precárias e por vezes improvisada. Também cresceram as ações judiciais e intervenções da Promotoria da Vara da Infância a carência de profissionais e superlotação. 

Araucária conta apenas com os profissionais de educação, que têm se dedicado a atender as crianças e lutar por reconhecimento e melhores condições de trabalho. É preciso mais. É preciso contar com as famílias para garantir as melhorias nos cmeis de Araucária.

Por isso, é importante que toda a comunidade araucariense se envolva nessa audiência e venha debater as políticas para essa etapa fundamental no desenvolvimento cognitivo, afetivo e social dos nossos pequenos.