As trabalhadoras estão mobilizadas na frente da Prefeitura e na manhã desta terça-feira, 17 de abril, promoveram um abraço ao Paço Municipal

As tentativas de negociação com o governo Hissam não deram resultado. A falta de diálogo levou as educadoras infantis a promoverem paralisação de um dia em 19 de fevereiro deste ano, marcando o início do ano letivo.

Mesmo assim, as negociações não evoluíram, até que o próprio prefeito confirmou a falta de interesse em investir na melhoria da educação. Com desdém, falou às trabalhadoras “façam greve!”.

A greve teve início na manhã de hoje e não tem prazo para terminar. Tem meta: fazer o governo negociar e compreender que essas profissionais têm a formação de professoras, que é exigida por lei, e merecem ser reconhecidas como tal.

llxI_uvl01w