#FiqueEmCasa

#FiqueEmCasaA Covid-19, doença causada pelo coronavírus, já fez 77 vítimas fatais no Brasil até esta quinta-feira (26), de acordo com as Secretarias de Saúde dos estados. Embora o governo federal venha minimizando a pandemia em um claro discurso contra a vida do povo, é essencial que todos sigam as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS)

Ao todo, já são mais de 3 mil infectados no país, segundo os órgãos competentes. Mas, levando em consideração que no Brasil não há testes suficientes, este número deve ser ainda maior. Portanto, é essencial que todos se cuidem e cuidem dos outros.

Em tempos de pandemia, o que faz a diferença é a solidariedade. Previna-se! Veja quais são as recomendações:

Quarentena

A OMS recomenda que todos que tenham o direito de ficar em quarentena permaneçam em suas casas. Portanto, se você pode ficar em casa, evite sair. Vá ao mercado ou farmácia apenas quando for necessário. Caso você não esteja no grupo de risco, ofereça ajuda para as pessoas que estão. Se coloque à disposição para fazer as compras.

Higienização

Lave as mãos com água e sabão com frequência. Em seguida, utilize o álcool em gel. Caso precise sair de casa, lave as mãos antes de sair e tome banho quando chegar. Evite colocar os dedos em contato com a boca, nariz e olhos, principalmente quando estiver fora de casa e sem ter como higienizar as mãos. Se tossir ou espirrar, utilize os cotovelos ou lenços descartáveis para impedir que a sua saliva entre em contato com outras pessoas. Em casa, limpe as superfícies, como pias e mesas, e também as maçanetas das portas com álcool 70% para impedir a contaminação por superfície.

Quando utilizar máscara?

Se você não tem sintomas de gripe, não está no grupo de risco e não tem contato com outras pessoas, não é necessário utilizar máscara. Deixe as máscaras para as pessoas que realmente precisam delas, já que esses produtos podem acabar faltando devido ao aumento das compras.

Quando buscar um hospital?

Caso você tenha sintomas de gripe comum, mas não apresente quadros como falta de ar e febre, a recomendação é para que você não busque hospital ou unidades de saúde. Devido à pandemia, há uma escassez de leitos para abrigar pacientes. Portanto, só vá a uma unidade de saúde caso seja realmente necessário. Em caso de gripe comum, utilize os medicamentos já conhecidos e tenha os cuidados necessários em casa.

Grupo de risco

O grupo de risco, ou seja, as pessoas que podem ser afetadas de forma mais grave pela Covid-19, é composto por: idosos (60 anos ou mais), fumantes, hipertensos, diabéticos, imunodeficientes, pessoas com problema no coração ou sistema respiratório (bronquite, asma etc.), recém transplantados e pessoas com câncer.

Essas são as pessoas que podem ser mais afetadas pelo coronavírus e, portanto, devem ficar apenas em casa, sem contato com crianças ou outras pessoas que possam levar o vírus para a casa.

Cuide-se e cuide dos outros

O número de casos de Covid-19 vem triplicando todos os dias no Brasil. Essa é a realidade. Cuide de você e dos outros, a solidariedade pode ser a cura!

Ignore as notícias falsas sobre o coronavírus, faça a sua parte e #FiqueEmCasa!