servidores

servidoresNa sexta-feira (28), sindicatos, conselheiros do Fundo de Previdência Municipal de Araucária (FPMA), vereadores e representantes da Prefeitura se reuniram na Câmara Municipal para discutir os projetos 2333/2020 e 2334/2020, que aumenta a contribuição dos servidores para o Fundo e coloca a aposentadoria dos trabalhadores em risco, respectivamente.

Mas, ao que parece, a administração municipal só compareceu para fazer de conta que está dialogando com o conjunto dos servidores. Um dos motivos é o fato do discurso dos secretários de Governo, do diretor de Finanças e do procurador do município não se alterarem em nada do começo ao fim da reunião. Além disso, não se dispuseram a ouvir questões técnicas da servidora do FPMA, Liane Judite Muraro.

Os representantes do governo também demonstraram que não tinham intenção de diálogo ao estabelecer que não poderiam permanecer na reunião devido a outro compromisso. Ou seja: queriam estabelecer prazo de uma hora para tratar de assuntos que interferem diretamente na vida dos servidores e suas famílias!

Os conselheiros e sindicatos defenderam com argumentação sólida e embasamento que a saúde financeira do FPMA será colocada em risco caso os projetos sejam aprovados.

Mesmo assim, o governo permanece irredutível: afirma que os projetos precisam continuar tramitando. Inclusive tentaram impor que os sindicatos não deveriam participar de novas reuniões, o que a atuação dos dirigentes sindicais pôde reverter.

Na prática, essa postura da Prefeitura mostra que nossa luta precisa continuar. Enquanto eles fazem de conta que negociam, nós estamos na luta contra mais essa tentativa de retirada de direitos! Por isso, os trabalhadores de Araucária querem que a Prefeitura negocie de fato, e não apenas camuflem suas verdadeiras intenções sobre um falso ar de diálogo.

servidores

Uma nova reunião foi marcada para esta semana, mas os movimentos anteriores já nos fizeram perceber que só com a força da nossa mobilização é possível fazer o governo rever os projetos que colocam a aposentadoria dos servidores em risco. Seguimos firmes na luta! Esses dois projetos devem seguir para as comissões a partir da semana que vem. Continuamos acompanhando os processos.

Vale lembrar que nossas mobilizações já garantiram que R$ 12 milhões permaneçam nos cofres do FPMA. Esse dinheiro é parte do valor total de R$ 23 milhões que deixariam de ser pagos pela Prefeitura em 2020.

Servidores, acompanhem as notícias e fiquem atentos aos próximos encaminhamentos.

SISMMAR e SIFAR seguem firmes na luta! Por nenhum direito a menos

#Firmes

#Alutamudaavida

#FPMAéNosso