FPMA

FPMAHissam está aproveitando o caos gerado pela pandemia para atacar os direitos dos servidores sem nenhum tipo de consideração por aqueles que fazem o atendimento da população de Araucária. Na semana passada, o prefeito protocolou mais dois projetos que prejudicam muito o funcionalismo da cidade.

O primeiro deles propõe o aumento da alíquota paga pelos trabalhadores ao Fundo Municipal de Previdência de Araucária (FPMA) de 11% para 14%. Sabe o que isso significa na prática? Redução de salário! É isso mesmo, sem reposição salarial e o aumento desse desconto, o servidor municipal vai receber menos do que recebe hoje.

Por isso, temos que nos mobilizar contra esse e contra as demais retiradas de direitos propostas por Hissam!

A outra forma de atacar a aposentadoria dos servidores é a proposta que modifica a Lei 1.493/2004. Hoje, a Prefeitura arca com uma parcela da aposentadoria dos servidores que contribuíram com a previdência enquanto o FPMA ainda não existia e repassa mensalmente esse valor para que o Fundo pague os proventos dos trabalhadores aposentados.

O PL protocolado esta semana propõe que esse repasse aconteça anualmente e apenas ao final do ano. Ao colocar o final do ano como prazo, a Prefeitura impõe uma garantia menor para o Fundo receber, já que pode ficar sem os recursos necessários pra esse pagamento. E isso coloca em risco a aposentadoria de uma parcela considerável de servidores!

Para além desses dois novos projetos, tramita na Câmara, em regime de urgência, o projeto de lei que autoriza a Prefeitura a dar um calote de R$ 23 milhões no FPMA.

Desde o anúncio do protocolo deste primeiro PL, o SIFAR e o SISMMAR estão pressionando os vereadores para que sejam contrários ao ataque e os servidores têm dado um peso fundamental nessa mobilização! Mas, agora, Hissam deixou claro que quer acabar com a aposentadoria dos trabalhadores do município e precisamos intensificar nossa mobilização nos locais de trabalho e nas redes sociais. Contra o pacote de maldades do prefeito! Tire a mão do nosso Fundo de Previdência!