Os professores de Araucária sabem que as conquistas não vêm fácil. Elas são fruto da luta constante e duradoura. Por este motivo, a falta de propostas por parte da Prefeitura Municipal não foi motivo para esmorecer.

Ao contrário, reunida em assembleia ocorrida às 15h30min, na frente do Paço Municipal, a categoria decidiu entrar em Estado de Greve.

Desta forma, o magistério vai intensificar a mobilização. Em 30 de abril se encerra o primeiro quadrimestre. É quando será calculado se o gasto com pessoal ficou abaixo do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal ou não. Tambvém saberemos se haverá ou não proposta para pagar as promoções e progressões.

A categoria vai também buscar a integração com os demais servidores municipais visando a data-base de reajuste em junho. A luta está apenas começando.