professor Onírio

professor OnírioO Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Araucária (SISMMAR) lamenta profundamente a morte do professor Onírio Carlos Silvestre, 59 anos, um dos fundadores do Grupo Dignidade, que luta pela causa LGBTQIA+ no Paraná, e professor do Colégio Estadual Professor Cleto, em Curitiba.

O corpo do professor de português foi encontrado na tarde de ontem (19), dentro do próprio apartamento, com uma faca cravada no peito e um pano na boca. A Delegacia de Polícia da Divisão de Homicídios em Curitiba investiga o crime. De acordo com nota oficial do Grupo Dignidade, há suspeitas de que se trata de um ato homofóbico.

Quem tiver qualquer informação que possa contribuir para a apuração do caso, pode entrar em contato com a Delegacia através do número 0800 643 1121.

O enterro será realizado em Ponta Grossa-PR, nesta segunda-feira (20).

O sindicato presta condolências à família, amigos, colegas de trabalho, reforça mais uma vez a luta em defesa da cidadania LGBTQIA+ e se soma no pedido de investigação aprofundada e justiça pelo professor Onírio!