Foi muito mal recebida pelos servidores municipais a informação de que o prefeito Olizandro saiu de licença sem abrir negociações com a categoria.

A postura adotada foi de afronta contra os trabalhadores. Ele mostrou que não vai querer negociar. Isto só será possível com forte mobilização do funcionalismo.

Indignação foi o sentimento geral exprimido pelos presentes à assembleia unificada dos servidores municipais que o Sismmar e o Sifar realizaram no final do dia de hoje, 16 de março, , no salão da Igreja Matriz de Nossa Sra. dos Remédios.

Como o prefeito não deixou alternativa, a assembleia decidiu ampliar a mobilização e aprovou o indicativo de greve.

No dia 22 de março, terça-feira, o funcionalismo vai paralisar todas as atividades às 15 horas e se concentrará na frente da Prefeitura de Araucária.

O objetivo é cobrar a abertura das negociações com proposta concreta.

Após o ato será feita nova assembleia na frente da Prefeitura. Se a administração municipal não mudar sua atitude, na assembleia será definida a data de início da greve.

É isto aí, Olizandro. Ou negocia de forma decente, apresentando propostas para se chegar a um acordo. OU VAI TER GREVE.