coluna SISMMAR

coluna SISMMARAs eleições estão chegando e, como sempre, os políticos prometem de tudo para chegar ao poder. Por isso, fique atento aos candidatos que são inimigos da Educação Pública, do Sistema Único de Saúde (SUS), da Assistência Social e da Segurança Pública. Os serviços públicos são essenciais, principalmente para os mais pobres, e devem ser defendidos de todas as formas.

O Ministério da Educação (MEC) já anunciou um corte de R$ 4,2 bilhões na educação para o orçamento de 2021 e o governo federal já abriu as portas para a privatização do SUS, além de apresentar a Reforma Administrativa que acaba com direitos históricos dos servidores públicos. Esses são ataques gravíssimos aos direitos de toda a população e que devem ser combatidos.

Estude quem são os candidatos a prefeito e a vereador que pedem o seu voto. Analise se são defensores ou inimigos dos serviços públicos. Verifique se o candidato tem projetos concretos para a melhoria do município. Não acredite em políticos que já estão no poder e nada fazem para melhorar as condições de vida do povo.

70% da população brasileira depende do SUS. Se a saúde for privatizada e entregue aos donos das grandes empresas de plano de saúde, quem vai garantir o acesso à saúde por parte da população mais pobre? Os empresários se interessam apenas pelo lucro, e não com o bem-estar da população.

Se as escolas públicas estão cada vez mais sucateadas e os trabalhadores da Educação cada vez mais perseguidos, quem vai garantir o acesso à uma educação pública, gratuita e social aos que mais necessitam? O Brasil tem mais de 13,5 milhões de pessoas que vivem na extrema pobreza e é dever do Estado oferecer Educação e Saúde Pública a todos, conforme prevê a Constituição de 1988, que hoje o governo federal tenta atacar.

No momento de fazer a sua escolha para estas eleições, não eleja ou reeleja políticos que são inimigos do povo e prejudicam o município. Não caia em promessas falsas. Em Araucária, Hissam é um bom exemplo de político que se elegeu afirmando à população que investiria e em educação, saúde e que teria diálogo com os servidores municipais.

Entretanto, o prefeito fez o contrário. Depois de assumir a Prefeitura, tentou retirar direitos dos trabalhadores e precarizou os serviços públicos voltados à população, como saúde, educação e assistência social. Para piorar, em meio à pandemia que já levou dezenas de araucarienses à morte, Hissam teve seu Secretário de Saúde, Carlos Alberto Andrade, afastado por esquema de desvio de dinheiro público.

A maioria dos vereadores que hoje estão na Câmara Municipal de Araucária também não trabalhou pelo município, mas sim, por seus próprios interesses. Em muitas sessões, esses vereadores sequer se deram ao trabalho de ler os projetos de lei que estavam votando, além de vários terem sido afastados do cargo por crimes de corrupção.

Portanto, fique atento às promessas dos candidatos e os partidos aos quais pertencem. Inimigos da população não merecem ser eleitos ou reeleitos!

O SISMMAR reitera que não apoia nenhum candidato ou partido. Nosso voto é a luta!