reabertura das unidades

reabertura das unidadesNo dia 21 de maio, a Secretaria Municipal de Educação (SMED) publicou uma orientação para que as unidades educacionais fossem reabertas diariamente, das 8h às 17h, mesmo sem necessidade e em meio à pandemia que atinge o país. Os servidores municipais de Araucária não aceitaram a decisão e, com a pressão dos trabalhadores da Educação, os sindicatos conseguiram a flexibilização do documento.

As direções do SIFAR e do SISMMAR estiveram reunidas com a Prefeitura no dia 27 de maio e reivindicaram a alteração do documento, a fim de evitar que a vida dos trabalhadores fosse colocada em risco. Os sindicatos também levaram para a reunião os relatos e as denúncias dos servidores que responderam o formulário sobre as dificuldades do ensino a distância. A partir dessa pressão, foi possível garantir avanços importantes.

Publicado em 29 de maio, o novo documento da SMED orienta que as unidades sejam abertas, no mínimo, três vezes por semana e que os profissionais da Educação trabalhem, preferencialmente, de forma remota. De acordo com a orientação, os trabalhadores da educação, exceto aqueles que pertencem ao grupo de risco, irão às unidades para entrega de material pedagógico e conforme outras necessidades.

Em uma conjuntura de intensos ataques, a alteração do documento é uma vitória simbólica para os trabalhadores da educação. Provamos, mais uma vez, que é com luta e pressão política que garantimos os nossos direitos. É essencial que os trabalhadores continuem unidos e mobilizados em defesa da vida e contra os ataques dos governos!

FIRMES! A Luta Muda a Vida

CLIQUE AQUI para acessar a primeira orientação da SMED

CLIQUE AQUI para acessar o documento com alterações