O Magistério Municipal de Araucária, por meio da direção do Sismmar, se solidariza com o professorado municipal de Curitiba, que está em greve.

O movimento começou na paralisação do dia 15 de março, com a Greve Nacional da Educação. Em assembleia realizada nesse dia, as/os professoras/es decidiram por paralisar os serviços a partir de ontem 21 de março.

Rafael Greca (PMN) não apresentou resposta às reivindicações de reajuste para recompor os salários, nem para implantar o Plano de Carreira, tampouco contratar professores para repor pessoal e viabilizar o PCCV.

Ao invés disto, o prefeito anunciou uma série de ataques às aposentadorias. Quer criar uma previdência complementar, implementar um teto para aposentadoria e aumentar progressivamente a alíquota.

O Magistéiro Municipal de Curitiba receba nossa solidariedade e se mantenha na luta!

FIRMES!

SÓ A LUTA MUDA A VIDA!