Recentemente o secretário de Comunicação se envolveu em bate-boca no Facebook. Às críticas feitas à administração municipal ele reagiu com calúnias generalizadas contra servidores.

Uma cidadã questionou o secretário sobre a falta de papel sulfite nas escolas. Uma de suas respostas foi “Não falta sulfite. Tem funcionário sabotando”.  Para outra pessoa, Odppis perguntou: “Você duvida que levem (sulfite) para casa? Você duvida que levem a melhor parte da merenda? Que escondam o remédio que existe?”.

As acusações são graves. Ele afirma que os servidores sabotam a administração e sugere que levem material para casa, inclusive a melhor parte da merenda, e que escondam remédio. Não diz quem ou em qual unidade pública. A rigor, acusa todo o funcionalismo.

Quando uma autoridade municipal toma conhecimento de alguma suposta irregularidade no serviço público, sua atitude deve ser solicitar apuração para confirmar se há ou não a irregularidade e, se for o caso, denunciar a situação. Jamais deve ir ao Facebook e acusar os servidores de forma generalizada, sem apurar se de fato a irregularidade ocorre ou não.

O Sismmar está estudando junto ao seu setor jurídico quais as medidas adequadas para que Junior Odppis responda pelas acusações levianas que fez. Afinal, como pessoa do primeiro escalão da Prefeitura de Araucária e como secretário de Comunicação suas palavras têm o peso de pronunciamento oficial. Ele jamais pode sair fazendo acusações que afetem a credibilidade e o moral de todos os servidores municipais.