hissam retireNesta terça-feira (15), SISMMAR e SIFAR enviaram ao prefeito Hissam o ofício com os encaminhamentos da Assembleia Conjunta realizada de forma virtual no dia 9 de setembro. O prefeito está avisado que vai ter mais luta dos servidores municipais de Araucária caso ele não retire os projetos de lei que tramitam na Câmara em regime de urgência.

Conforme deliberação das categorias, as direções sindicais exigiram que o prefeito retire os projetos de lei 2333/2020 e 2334/2020, que impõem redução salarial e atacam o Fundo Municipal de Previdência de Araucária (FPMA), respectivamente.

O PL 2333 causa uma redução salarial de 3%, que, somada aos 2% de reajuste de inflação negados por Hissam em 2020, soma uma perda de 5% no salário dos trabalhadores e trabalhadoras. Isso significa que o servidor que ganha R$ 2 mil e atualmente contribui para a Previdência com R$ 220, teria que passar a contribuir com R$ 280. Ou seja, R$ 60 a menos no bolso do servidor em plena pandemia e com o preço de alimentos básicos, como arroz, feijão e óleo, nas alturas!

Já o PL 2334 é completamente imoral e possui diversos pontos questionáveis, de acordo com a Assessoria Jurídica do SISMMAR e do SIFAR. Se aprovado, permite a extinção do artigo 4º, da Lei Municipal 1493/2004, que obriga o município a pagar uma parte das aposentadorias do funcionalismo. Sem esse pagamento da Prefeitura, o FPMA terá sua saúde financeira severamente prejudicada. Ao contrário do que diz Hissam, esse projeto, além de prejudicar a Previdência dos servidores, futuramente vai onerar os cofres públicos, pois o município terá que pagar essa dívida com juros nos próximos anos.

Caso não sejam retirados pelo prefeito, os dois projetos de lei vão à votação na Câmara Municipal nos próximos dias. Os sindicatos e os servidores estão atentos! Nossa mobilização é permanente, faremos a luta e o enfrentamento necessários!

#HissamRetireosProjetos #FPMAéNosso

#RetiraPL2333 #RetiraPL2334