Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Araucária.

Search
Close this search box.

As professoras e professores de Curitiba, organizados com o SISMMAC, decidiram em Assembleia Geral que vão entrar em greve nesta terça-feira (08). O SISMMAR apoia o movimento grevista e se solidariza às trabalhadoras e trabalhadores em Educação que estão indo à luta por um plano de carreira digno e justo.

O que o SISMMAC, sindicato irmão e parceiro histórico de lutas do magistério de Araucária, reivindica é que a gestão do prefeito Rafael Greca valorize e reconheça a importância da categoria para o município de Curitiba.

Após diversas negociações entre o sindicato e o prefeito Greca, a Prefeitura de Curitiba apresentou um projeto de plano de carreira para o magistério municipal. No entanto, esse plano de carreira, da forma como está, implementa mecanismos que irão dificultar o crescimento profissional da maioria das professoras e professores.

No caso do crescimento horizontal, cerca de 80% dos profissionais ficam de fora. Já em relação ao crescimento vertical, em média, 95% dos profissionais ficam de fora de cada procedimento. Outro problema é a punição para as trabalhadoras e trabalhadores que precisarem se afastar por mais de 30 dias por ano para tratamentos de saúde.

Para piorar, o projeto de Greca não estabelece um reenquadramento para ativos e aposentados e também não apresenta uma compensação pelo período de congelamento. Assim, as professoras e professores têm motivos de sobra para aderir à greve, que o SISMMAR considera justa e necessária.

Todo apoio aos que lutam por um plano de carreira digno e justo!

Se não há diálogo com a gestão Greca, a saída é a greve!

what you need to know

in your inbox every morning