A CNTE está convocando greve nacional dos educadores para os dias 17, 18 e 19 de março. Na assembleia de 25 de fevereiro os professores de Araucária decidiram participar da mobilização, com atividades em dois dias, a 18 e 19 de março.

A adesão ao movimento nacional é uma forma de advertir o prefeito de que é necessário respeitar o PCCV e investir na qualidade do ensino, com hora-atividade de 33,3%, com melhores condições de trabalho e mais profissionais.

Olizandro também precisa se atentar porque em junho vence mais uma data-base de reajuste e será necessário repor a inflação desde junho do ano passado.

18 de março – Mobilização nas escolas

Pela manhã e à tarde os alunos serão dispensados 2 horas e meia antes do término das aulas para que os professores cumpram na escola a hor-atividade de 1/3 da jornada.

19 de março – Paralisação total

Concentração a partir das 8 horas em frente à prefeitura, com atividades durante o dia.
Assembleia às 14 horas para avaliar o movimento e decidir sobre a sequência de lutas da categoria.