O Fórum de Combate ao Racismo em Araucária está organizando dois eventos para celebrar o Dia da Consciência Negra, que será na segunda-feira, 20 de novembro.

Uma das atividades é a 10ª Conferência de Educação das Relações Etnorraciais, que ocorre das 19h às 21 horas, na Câmara Municipal de Araucária. O tema em debate será “As cotas raciais, sua aplicabilidade e o desafio da superação!”

Foi convidada para tratar do tema a advogada Francielle Pereira do Nascimento, mestra em Direito pela UFPR. Sua atuação é dirigida para temas como a criminalização da população negra, feminismo negro e Políticas de Ação Afirmativa, entre outros. Atualmente chefia a Secretaria do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher e a Vara de Execução Penais e Medidas Alternativas de São José dos Pinhais.

Francielle será acompanhada pela professora Kelly Cristina Rabello Rangel Teixeira, graduada em Educação Artística – Artes Plásticas pela UFPR. Ela atua com temas relacionados à construção da identidade da criança negra por meio de símbolos e contos africanos. Atualmente, Kelly divulga em feiras de artesanatos a cultura afro-brasileira por meio das bonecas pretas de panos.

Ela ressalta que “a conexão afetiva que a criança desenvolve com a boneca a encoraja reconhecer sua própria identidade. A pessoa não só aprende a se aceitar negra, mas também aprende a se sentir bem sendo negra. É importante despertar esse olhar de elevada autoestima para ajudar no empoderamento social, emocional”, conclui.

Exposição A Cor da Cidade

A outra atividade é a mostra “A cor da cidade”, do artista e advogado Fernando Martins, que ficará exposta ao público no saguão da Prefeitura de Araucária, de 20 de novembro a 1º de dezembro. Martins é membro da Comissão Local de Acompanhamento Social (COLAPS) e da Comissão de Igualdade Racial da OAB/PR

A mostra aborda a temática da cultura afro-brasileira, reunindo trabalhos artesanais e artísticos, empregando a borracha EVA (etil vinil acetato) como matéria prima, para trazer ao público a possibilidade de sentir o relevo dos quadros. Sua temática enfoca o acervo histórico e cultural do povo afro, religiosidade, vestimentas e músicas.

Um trabalho de Fernando Martins é visto na foto, em exposição realizada em Colombo.