greve geral

greve geralNa manhã de hoje (5) foi realizada uma Assembleia Geral Extraordinária na sede do SISMMAR para definir a organização da greve geral no dia 14 de junho e a resistência à Lei da Mordaça, entre outros informes.

Corte de verbas

Na assembleia desta quarta-feira os servidores votaram para que, além de todos os atos contra a reforma da Previdência, o sindicato também participe de todos os atos e paralisações contra o corte de verbas na Educação, visto que esses cortes afetam o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e, consequentemente, podem ocasionar atrasos no salário dos professores.

Greve Geral – 14 de junho

O que foi decidido na assembleia de hoje é que o SISMMAR, em conjunto com os trabalhadores, irá engrossar o ato em Curitiba no dia 14 de junho. No próximo Conselho de Representantes, que será realizado no dia 11, o sindicato irá informar como fica a questão dos ônibus que serão disponibilizados para os servidores irem até Curitiba, além de horários e pontos de encontro.

A direção sindical informou que, além de participar da marcha em Curitiba, disponibilizará uma tenda com programação própria o dia todo, que inclui atividades culturais e uma formação sobre dívida pública.

Escola Sem Partido

Outro tema deliberado em assembleia foi a mobilização constante contra a Lei da Mordaça ou Escola Sem Partido. Nesse aspecto, ficou decidido que o SISMMAR participará de todas as mobilizações contra o projeto que visa legalizar a perseguição aos professores e reprimir o direito de aprendizado dos alunos.

Assim sendo, foi deliberado que o sindicato, acompanhado pelos trabalhadores em Educação de Araucária, fará a resistência ao projeto na Audiência Pública sobre o Escola Sem Partido, puxada pelo Movimento Brasil Livre (MBL), que acontecerá neste sábado (8), às 9h na Câmara Municipal (R. Irmã Elizabeth Werka, 55 – Fazenda Velha).

Participe das mobilizações contra a reforma da Previdência, contra o corte de verbas na Educação e contra o Escola Sem Partido para fortalecer a luta dos professores!

MAGISTÉRIO FORTE É MAGISTÉRIO UNIDO!

FIRMES! A Luta Muda a Vida